DETALHES DA MODALIDADE FLUIDANCE

A aula tem duração de uma hora e busca uma qualidade de movimento bastante solta, focando na liberdade das articulações.

Praticamente não uso comandos musculares. O foco é acessar um estado interno de tranquilidade, para que essa soltura seja refletida nos movimentos.

A aula acontece toda em plano alto (ou seja, em pé), com a base bem enraizada, Gosto de pensar na imagem de uma árvore, que tendo as raízes bem firmes, movimenta a copa livremente quando chega o vento.

Trago muitas referências da natureza porque acredito que ela seja mesmo a melhor fonte de aprendizado para desvendarmos as possibilidades do nosso corpo, dançando de uma maneira livre de tensão. Acho que uma das palavras que eu mais uso na aula é “soltura”.

Na primeira parte da aula nós temos músicas mais relaxantes, de um universo bem melódico. Priorizo as cordas e o piano, que dialogam mais com essa qualidade de movimento fluida, e os alunos vão seguindo o professor enquanto essa trilha sonora está apenas ambientando a aula. (Se o Fluidance fosse uma música, seria mais um violino, e não um instrumento de percussão).

Num segundo momento (últimos 20 minutos, mais ou menos) todo material trabalhado é organizado de uma maneira coreográfica. Escolho uma música também melódica e que já seja uma inspiração para a coreografia, e construo com os alunos um trecho que vamos repetindo e aprimorando.

É uma aula que traz bastante consciência, e que integra sempre corpo e mente. Apesar de falarmos muito em liberdade das articulações, é importante ressaltar que existe um refinamento complexo dessa qualidade de movimento. Mas qualquer pessoa pode fazer a aula, não havendo divisão de nível, porque cada um vai no seu processo, no seu tempo e no seu limite do momento. Na natureza nada se apressa.

VEM DANÇAR COM A GENTE